Grupo assalta 7 apartamentos em prédio do Brooklin

Os cerca de 15 homens que invadiram um condomínio na região do Brooklin, na zona sul de São Paulo, na manhã deste domingo, ficaram no prédio por cerca de uma hora e meia, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP). A quadrilha roubou sete apartamentos do condomínio localizado na Avenida Padre Antônio José dos Santos, onde chegou por volta das 7h15.

Agência Estado |

O grupo fugiu em cinco veículos, dois deles roubados de moradores.

Durante o arrastão, 13 pessoas foram mantidas reféns em um apartamento vazio, amarradas com fitas adesivas. Todos disseram aos policiais que os homens estavam fortemente armados e muito bem vestidos, se comunicando o tempo todo através dos radiocomunicadores.

Segundo a SSP, os suspeitos usaram um controle remoto para entrar na garagem do edifício em uma Parati e um Corsa vermelhos. Em cinco minutos, dois homens vestidos com roupas sociais entraram na portaria e, armados com uma metralhadora e uma pistola, renderam o porteiro. A dupla exigiu as chaves de um apartamento vazio, onde manteriam os reféns, e o número do apartamento do síndico do condomínio.

No apartamento da vítima, os homens alertaram que sabiam que o síndico iria viajar para o exterior e exigiram o dinheiro. Foram roubados dois mil euros - sendo 400 euros em travellers checks -, seu passaporte, correntes de ouro, alianças, relógios, um laptop, as chaves de dois veículos e um aparelho celular. Depois disso, o síndico foi levado ao apartamento vazio, onde foi mantido refém.

De outra vítima, que foi rendida no momento em que entrava no condomínio, foram roubados R$ 2 mil, uma corrente de ouro, um relógio, dois celulares e boletos de pagamentos. Poucos minutos depois, outro morador foi rendido ao passar pela portaria. Os homens subiram com ele até o apartamento, onde foram roubados R$ 10 mil, relógios, uma laptop, joias, óculos, celulares e um iPhone.

Um casal se preparava para deixar a garagem do condomínio quando foi rendido. Levados até o apartamento, o bando roubou R$ 400, dois radiocomunicadores, dois celulares, um laptop, uma máquina digital, três relógios e bijuterias.

Ao chegar à garagem, um morador não conseguiu estacionar seu carro por causa da Parati utilizada pelos homens, que ao perceberem a aproximação renderam a vítima, roubando seu veículo, três cartões, um celular, DVDs e um aparelho de GPS. No apartamento da vítima, que estava ocupado por mais duas pessoas, foram levados mais dois celulares e uma câmera digital. O segundo veículo roubado pela quadrilha estava estacionado em frente ao condomínio, e foi levado de um casal rendido ao sair do elevador.

Segundo as vítimas, um homem que era chamado de "Jão" era o líder do bando. Ele tem a pele branca, trajava calça e camisa brancas e aparentava ter 35 anos. A polícia já solicitou a um condomínio localizado em frente ao assaltado as imagens do seu sistema de vigilância.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG