O presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, avisou que não pensa em mudar sua decisão de deixar Oscar Ruggeri fora da comissão técnica da seleção argentina, mesmo após as reclamações de Diego Maradona. Eu tenho uma questão pessoal com Ruggeri que levarei para o túmulo.

Tirando isso, de um problema que pode ser pessoal ou nao, a direção do futebol não vê bem esta nomeação", justificou Grondona.

Os principais meios de comunicação da Argentina revelaram na quinta-feira uma suposta ameaça de Maradona deixar a seleção argentina diante da negativa de Grondona em relação ao companheiro dos Mundiais de 1986 e 1990. Horas depois, no entanto, o astro argentino negou a versão, garantindo que prosseguirá na seleção argentina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.