Gripe suína: SP não adiará volta às aulas, diz Kassab

A volta às aulas nas escolas municipais de São Paulo, que está marcada para o dia 3 de agosto, não será adiada, afirmou o prefeito Gilberto Kassab. Os professores e diretores da rede municipal de ensino foram orientados a procurar assistência médica caso algum dos alunos apresente os sintomas da Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína.

Agência Estado |

O Ministério da Saúde recomendou que crianças gripadas fiquem em casa, mesmo que não tenham a confirmação da contaminação.

Em Osasco e Diadema, na Grande capital paulista, e também em Campinas, no interior do Estado, o retorno às aulas foi adiado em pelo menos uma semana para conter o avanço da doença. Para Kassab, porém, não há necessidade de mudanças no cronograma de aulas nas escolas da rede municipal. “Os profissionais da educação estão cientes de que têm o apoio das instituições de saúde e sabem que devem informar o poder público caso alguma criança esteja contaminada”, afirmou.

Para facilitar o acesso ao atendimento a alunos, pais e professores, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou os horários das Assistências Médicas Ambulatoriais (AMA), que passarão a atender a população também aos domingos. As 104 AMAs realizam o atendimento de segunda a sábado, entre 7 horas e 19 horas, e agora passarão a atender também aos domingos e feriados, no mesmo horário. Outros 11 ambulatórios já têm atendimento 24 horas. Segundo o prefeito, o novo horário deve continuar “até quando for necessário”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG