Gripe suína: Rio confirma mais sete mortes e SC, três

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou hoje mais sete mortes causadas pelo vírus da Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína. Com esses casos, o Estado contabiliza 16 óbitos decorrentes da enfermidade.

Agência Estado |

Entre as mortes estão três crianças, sendo duas de 7 e uma de 8 anos, três gestantes, de 16, 22 e 28 anos, e uma mulher de 57 anos. Santa Catarina também anunciou três mortes em decorrência da gripe suína, as primeiras no Estado.

A Secretaria do Rio informou ainda que todas as vítimas faziam parte de grupos de risco ou tinham outros problemas de saúde. A mulher de 57 anos, moradora de Nova Iguaçu, possuía problemas cardíacos e as três crianças tinham outras doenças. Depois de São Paulo e Rio Grande do Sul, o Rio de Janeiro é o Estado que registrou o maior número de óbitos por causa da Influenza A (H1N1).

Já em Santa Catarina, segundo a Secretaria de Estado da Saúde, as três mortes ocorreram nos municípios de Concórdia, no meio-oeste do Estado, e de Tubarão, no sul catarinense. Concórdia teve duas vítimas: uma mulher de 29 anos e um homem de 53 anos. Em Tubarão, morreu uma gestante de 22 anos.

O governo catarinense iniciou uma ação para atender os municípios com mais de 50 mil habitantes. Essas cidades terão postos de triagem, com profissionais habilitados para separar os pacientes com suspeita de gripe suína dos pacientes com a gripe sazonal, recorrente no inverno. A pasta informou que os servidores da Saúde que estariam de licença-prêmio a partir de hoje precisaram adiar a data para que nenhum setor voltado ao atendimento de pacientes com problemas respiratórios tenha seu funcionamento comprometido neste período.

Aulas

As universidades e escolas que iniciaram hoje o seu segundo semestre letivo também foram orientadas para evitar a transmissão do vírus da gripe A entre os alunos. A recomendação é que os professores esvaziem as salas e abram portas e janelas durante o intervalo para arejar os ambientes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG