Gripe suína mata mais 9 no RS; Estado tem 93 vítimas

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou hoje mais nove mortes causadas pela gripe suína, depois de receber o resultado de exames feitos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro. Até agora a gripe A (H1N1) matou 93 pessoas no Estado.

Agência Estado |

Os óbitos ocorreram entre os dias 21 de julho e 21 de agosto. As vítimas tinham entre 29 e 58 anos e moravam em Vila Nova do Sul, Restinga Seca, Cachoeira do Sul, Rio Grande, Gramado, Santa Rosa, Faxinalzinho, Antônio Prado e Marau. Três delas eram mulheres. Quatro não tinham co-morbidades. Os fatores de risco das outras cinco eram gestação, obesidade, diabetes (dois casos) e cardiopatia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje que o medicamento Tamiflu deve ser dado a pessoas particularmente vulneráveis à gripe A H1N1, uma advertência a países como a Grã-Bretanha, onde a droga é distribuída livremente. Segundo a agência da Organização das Nações Unidas (ONU), pessoas saudáveis que contraiam versões leves e moderadas da doença não precisam do medicamento, mas jovens, idosos, grávidas e pessoas que tenham problemas de saúde devem ser medicadas com Tamiflu. O uso liberado do medicamento pode levar a um vírus mais resistentes, o que diminuiria os recursos para lutar contra a doença.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG