Gripe suína mata bebê indígena em São Vicente-SP

Um bebê indígena de três meses morreu na última sexta-feira em uma aldeia na Praia de Paranapuã, em São Vicente, no litoral paulista, após contrair o vírus influenza A (H1N1), a gripe suína. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do município na tarde de hoje.

Agência Estado |

Segundo as informações da secretaria, o menino estava internado desde o dia 3 no Hospital Estadual Guilherme Álvaro, em Santos, também no litoral paulista. Além da gripe suína, o bebê tinha desnutrição e suspeita de malária. O diagnóstico foi confirmado pelo Laboratório Adolfo Lutz, de São Paulo.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alertou ontem para o fato de que bebês com menos de 1 ano e grávidas que receberam o remédio contra a gripe suína (fosfato de oseltamivir ou Tamiflu) devem ser acompanhados cuidadosamente por seus médicos nas primeiras 48 horas após a primeira dose e também depois para a avaliação de possíveis efeitos adversos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG