Grife Christian Lacroix é colocada sob administração judicial

A Christian Lacroix, uma das emblemáticas grifes francesas, vendida em 2005 pelo número um mundial do luxo LVMH para o grupo americano Falic, foi colocada nesta quinta-feira sob administração judicial, informou à AFP o advogado da empresa Simon Tahar.

AFP |

O Tribunal de Comércio de Paris anunciou "um período de observação de seis meses e a nomeação de um administrador judicial", destacou o advogado.

Os proprietários americanos da empresa, Simon e Léon Falic, estavam presentes na audiência realizada a portas fechadas, mas não fizeram nenhuma declaração depois.

A Christian Lacroix, que tem 125 funcionários, se declarou em quebra quinta-feira passada, em decorrência da crise financeira mundial que afeta de forma significativa o setor do luxo.

A empresa indicou que proporia ao Tribunal de Comércio de Paris "um plano de continuação" e a "manutenção de suas atividades durante este período".

Uma fonte próxima ao caso indicou que "a sociedade fará todo o possível para estar presente de uma forma ou de outra na apresentação das próximas coleções de alta costura no início de julho em Paris".

O estilista Christian Lacroix criou a casa em 1987, com o apoio do número um mundial do luxo, LVMH, que a vendeu em 2005 por maus resultados crônicos à empresa familiar americana Falic.

fmp-da/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG