Grevistas e Correios discutirão greve em audiência

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) informou nesta noite que caberá ao seu vice-presidente, ministro João Oreste Dalazen, marcar uma audiência de conciliação entre a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e os funcionários em greve, para discutir o dissídio coletivo da categoria. Com a rejeição da proposta dos Correios pelos grevistas, a estatal entrou hoje no TST com um processo em que pede que a greve seja suspensa imediatamente.

Agência Estado |

Segundo nota divulgada pelo TST, os Correios também pedem que o Tribunal determine que a categoria mantenha em atividade um porcentual mínimo de 70% dos trabalhadores em cada uma das unidades operacionais da empresa.

O Tribunal informa que, se não houver entendimento entre as partes na audiência de conciliação, o processo será encaminhado a um relator na Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC) do TST.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG