Grevistas dos Correios fazem protesto no Palácio do Planalto

SÃO PAULO - Após um protesto em frente à catedral metropolitana em Brasília, os funcionários em greve da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) se concentram no Palácio do Planalto nesta segunda-feira (14). A greve acontece desde o dia 1º de julho já são 89 milhões de encomendas acumuladas, segundo a ECT.

Redação |

Cerca de 400 pessoas se reúnem em frente ao Palácio, onde estão programadas assembléias a atividades de greve. Os manifestantes aguardam o presidente Lula para que o termo, que foi firmado na presença dele, seja cumprido pela empresa. Os funcionários levaram 30 barracas, caso precisem acampar no local.

Roosewelt Pinheiro/ABr
Grevistas reivindicam adicional de risco
Nesta terça-feira, os funcionários e os Correios realizam uma audiência de conciliação em Brasília. Segundo o sindicato dos trabalhadores dos Correios, é possível que a greve termine após a reunião.

Os grevistas reivindicam um adicional de risco de 30% e um plano de cargos e Carreiras. E, enquanto a greve continua, os Correios contrataram mão-de-obra temporária de ação de contingência para tentar driblar a greve.

A ECT divulga, diariamente, os números do acumulo da greve. Nesta segunda-feira, a informação é de que 66% das correspondências e 95% das encomendas estão sendo entregues.

Leia mais sobre: greve dos Correios

    Leia tudo sobre: brasiliacorreiosgrevegreve dos correios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG