Greves em Jirau são consideradas ilegais pela Justiça

Decisão é do desembargador Ilson Alves Pequeno Júnior; multa por descumprimento chega a R$ 200 mil

Wilson Lima, iG Maranhão |

As greves de trabalhadores da Camargo Corrêa e da Enesa Engenharia S/A nas obras da Usina Hidrelétrica de Jirau, em Rondônia, foram consideradas ilegais pela Justiça do Trabalho, na manhã desta quinta-feira (15).

A decisão foi do desembargador Ilson Alves Pequeno Júnior, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 14ª região. Júnior determinou multa diária de R$ 100 mil para os trabalhadores de cada uma das empresas caso eles não voltem imediatamente ao trabalho.

Na sexta-feira da semana passada, os funcionários da Enesa Engenharia iniciaram uma greve em Jirau reivindicando melhores salários. Na terça-feira, trabalhadores da Camargo Corrêa aderirem ao movimento. Ainda na terça-feira, a assessoria jurídica da Camargo Corrêa ingressou com uma ação pedido a ilegalidade da greve.

O pedido foi concedido em caráter liminar após três tentativas frustradas de um acordo. Movimentos sindicais afirmam que 20 mil trabalhadores aderiram ao movimento.

Trabalhadores fazem nova paralisação em obras em Jirau

A assessoria da Camargo Corrêa negou a existência de um movimento grevista afirmando que os funcionários foram dispensados por causa da paralisação da Enesa. Entretanto, o pedido de ilegalidade de greve partiu da própria Camargo Corrêa.

Na decisão, o desembargador classificou como reprovável o comportamento de determinados trabalhadores integrantes do movimento grevista, principalmente os da Enesa. Ele ainda afirmou que a decretação da ilegalidade da greve visa evitar conflitos em Jirau, como aqueles de 2011.

A multa de R$ 100 mil contra os trabalhadores de cada uma das empresas também vale em caso de ações de depredação ou que coloquem em risco a integridade física dos trabalhadores ou das comunidades vizinhas à construção da hidrelétrica.

    Leia tudo sobre: jirautrabalhadoresgreve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG