SÃO PAULO - Os serviços de entrega rápida dos Correios, como o Sedex 10, Sedex Hoje e Disk-Coleta, foram suspensos no País por conta da greve nacional da categoria. Segundo informações da assessoria dos Correios, estes serviços ficarão suspensos até o fim da paralisação.

AE
Funcionários dos Correios

A empresa afirma que apenas 8% da categoria está paralizada, mas a Federação dos Trabalhadores dos Correios diz que 60% dos 109 mil funcionários não estão trabalhando.

Na tarde desta quarta-feira, diretores dos Correios e grevistas se reuníram para tentar chegar a um acordo. O sindicato afirma que, se houver nova proposta da diretoria, será avaliada em assembleias que ocorrerão nesta quarta-feira à noite e na quinta-feira de manhã.

A categoria reivindica aumento salarial de R$ 300 e reposição de perdas que chegam a 41%.

A proposta inicial dos Correios para assinatura do acordo, que foi rejeitada pelos trabalhadores, previa a reposição da inflação do período (4,5%) e aumento nos valores dos benefícios, além da manutenção das principais vantagens concedidas pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) no acordo anterior. Os sindicatos reivindicam reajuste de 41,03%, aumento linear de R$ 300 sobre os valores já reajustados e gatilho salarial toda vez que a inflação atingir 3%.

Leia mais sobre: Correios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.