Greve nos Correios atinge 10 sindicatos, diz federação

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios (Fentect) informou nesta noite que os sindicatos do Maranhão e de Mato Grosso do Sul votaram hoje pelo fim da greve dos funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), iniciada na quarta-feira passada. Ainda estão em greve carteiros de 25 dos 35 sindicatos da categoria.

Agência Estado |

Hoje, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou à Fentect que mantenha trabalhando pelo menos 30% dos funcionários em cada uma das unidades da ECT. A estatal tinha pedido ao TST que fosse definido um porcentual mínimo de 70%. Segundo fontes da empresa, os 30% determinados pelo TST não são suficientes para liberar 34,6 milhões de correspondências e 339 mil encomendas que estão paradas nos centros de distribuição dos Correios por causa da greve.

Os funcionários em greve querem 41% de reposição salarial e acréscimo imediato de R$ 300,00 ao piso da categoria, que é de R$ 640,00. O governo ofereceu um reajuste de 9%, válido por dois anos, e um acréscimo salarial de R$ 100,00 a partir de janeiro 2010.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG