Greve na Penitenciária de Campo Grande chega ao 5º dia

A greve dos agentes do Presídio Federal de Campo Grande, iniciada na última quinta-feira, chegou hoje ao quinto dia. Segundo decisão da categoria, hoje à noite um agente local e outro de Catanduvas (PR) seguirão para Brasília, onde tentarão negociar com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e o Ministério do Planejamento.

Agência Estado |

Eles protestam contra a redução salarial de R$ 4 mil para média de R$ 2,6 mil para todos os 227 agentes de Campo Grande.

O problema também aconteceu com os agentes de Catanduvas, mas já foi garantida readequação após decisão de caráter liminar na Justiça Federal. A perda salarial é conseqüência da medida provisória (MP) 431, de 14 de maio, que alterou o termo vencimento básico para remuneração, mudando o cálculo das gratificações. Enquanto isso, os presos permanecem sem banho de sol e não está sendo permitida a visita de advogados e parentes dos detentos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG