Greve em presídio federal no MS começa na quinta

Os agentes de segurança do Presídio Federal de Campo Grande (MS) começam na quinta-feira greve por tempo indeterminado. A informação é do presidente do sindicato da categoria, Yuri Carvalho, alegando que não houve sinalização do governo para discutir a elaboração de um plano de cargos e carreira.

Agência Estado |

A decisão foi adotada durante assembléia entre os agentes, realizada ontem, quando a categoria decidiu dar início ao movimento a partir de 8 horas de quinta-feira.

São 200 agentes que trabalham na penitenciária e, desse contingente, 100 ficarão do lado de fora do complexo presidiário protestando. As visitas de familiares e de advogados ficarão suspensas, além do banho de sol e escolta. Eles reclamam contra o aumento na carga horária de 176 horas para 192 horas, pago em forma de gratificação. Segundo Carvalho, a categoria quer que seja regulamentado como subsídio. Outra questão ainda não resolvida, motivo da paralisação em maio deste ano, é a redução de 60% nos salários por força de medida provisória.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG