Grêmio vence Coritiba e segue na cola do líder São Paulo

O Grêmio não teve uma grande atuação na noite deste domingo, mas fez o mais importante: venceu o Coritiba por 2 a 1, no Olímpico, e se manteve a dois pontos do líder São Paulo na classificação. A vitória em casa deixou o time gaúcho em segundo, com 66 pontos, contra 68 da equipe paulista.

Agência Estado |

O Coritiba, que não tem mais objetivos neste Brasileirão, segue com 50 pontos, em oitavo.

Pela próxima rodada, o Grêmio joga a primeira de duas partidas fora de casa. No domingo, o time gaúcho encara o Vitória em Salvador, e depois pega o Ipatinga em Minas Gerais. Na última rodada, que pode definir o título, a equipe do técnico Celso Roth enfrenta o Atlético-MG no Olímpico. O Coritiba, por sua vez, recebe o Santos no próximo sábado.

Precisando da vitória para continuar próximo do São Paulo na tabela, o Grêmio tomou a iniciativa de atacar desde o primeiro minuto de jogo no Olímpico, que estava lotado. Mesmo sufocando o Coritiba, o time gaúcho não conseguia criar chances reais de gol.

A primeira aconteceu apenas com 12 minutos. Reinaldo recebeu na área e cruzou rasteiro para o lateral Hélder, que chegou batendo. O goleiro Vanderlei fez boa defesa e evitou o gol do Grêmio.

Após pressionar no início, o time do técnico Celso Roth viu o Coritiba melhorar na partida e começar a se arriscar mais no ataque. Aos 22, o atacante Keirrison obrigou Victor a fazer sua primeira defesa difícil no jogo e espalmar o chute rasteiro para escanteio.

O Coritiba seguia cada vez mais solto na partida, e foi após uma chance desperdiçada pelo time paranaense que o Grêmio se aproveitou para inaugurar o marcador no Olímpico. Keirrison invadiu a área gremista pela direita, mas errou o chute. No contra-ataque, o time gaúcho contou com a sorte para fazer 1 a 0.

Aos 27 minutos, O Grêmio contra-atacou em velocidade e Tcheco decidiu arriscar de fora da área. O chute venenoso desviou em Rodrigo Mancha e matou por completo o goleiro Vanderlei na jogada. O gol, porém, não melhorou o desempenho do clube gaúcho em campo, que continuava tendo dificuldades para chegar tocando a bola.

Na base da velocidade, o Grêmio quase ampliou a vantagem ainda no primeiro tempo. Aos 35, Reinaldo invadiu a área e cruzou para Marcel, que testou firme mas no meio do gol. Vanderlei estava bem posicionado e fez a defesa em dois tempos.

No segundo tempo, o Grêmio voltou mais determinado. Logo aos dois minutos, Reinaldo chutou forte de dentro da área. Vanderlei apareceu bem novamente e espalmou para escanteio. Cinco minutos depois, foi a vês de Rafael Carioca chegar e chutar em cima do arqueiro do Coritiba.

A etapa final seguia favorável ao time da casa, que não dava espaços para a equipe paranaense. O Grêmio era melhor do que no primeiro tempo e insistia para marcar o segundo e tentar garantir a vitória em casa.

Insatisfeito com o aproveitamento na frente, o técnico Celso Roth trocou a dupla de ataque gremista, saindo Reinaldo e Marcel para as entradas de André Luís e Richard Morales. Antes, pelo Coritiba, Dorival Júnior já havia colocado Carlinhos Paraíba e Ariel nos lugares de Leandro Donizete e Keirrison.

As substituições fizeram o Grêmio ganhar em velocidade. E foi em uma jogada rápida que a equipe gaúcha ampliou a vantagem em Porto Alegre. Os zagueiros gremistas fizeram boa trama pela esquerda. Réver deu passe de calcanhar para Héverton, que cruzou rasteiro na área. Na tentativa de afastar, o volante Alê empurrou a bola para as redes do Coritiba e marcou contra, aos 30 minutos.

Apenas dois minutos após fazer 2 a 0 no placar, o Grêmio ainda contou com a expulsão de Marcos Tamandaré para esfriar de vez qualquer possibilidade de reação do Coritiba. O lateral-direito deu uma cotovelada em Tcheco e o árbitro não hesitou em dar o vermelho para o jogador.

Com a vantagem numérica, o time gremista deixou o tempo passar para confirmar uma vitória importantíssima em casa. Já nos acréscimos, aos 46 minutos, Ariel marcou para o Coritiba, no rebote de Victor, fazendo 2 a 1 no Olímpico. O gol, no entanto, não animou o clube paranaense para tentar o empate.

Ficha Técnica:

Grêmio 2 x 1 Coritiba

Grêmio - Victor; Amaral, Réver e Héverton; Souza, Rafael Carioca (Adílson), William Magrão, Tcheco e Hélder; Reinaldo (André Luís) e Marcel (Richard Morales). Técnico: Celso Roth.

Coritiba - Vanderlei; Maurício, Felipe e Rodrigo Mancha; Marcos Tamandaré, Alê, Leandro Donizete (Carlinhos Paraíba), Marlos e Ricardinho; Hugo (Jaílson) e Keirrison (Ariel). Técnico: Dorival Júnior.

Gols - Tcheco, aos 27 minutos do primeiro tempo. Alê (contra), aos 30, e Ariel, aos 46 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Adílson, William Magrão e Tcheco (Grêmio); Hugo, Maurício e Leandro Donizete (Coritiba).

Cartão vermelho - Marcos Tamandaré (Coritiba).

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ).

Renda - Não disponível.

Público - 43.385 espectadores.

Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG