A Grécia recusou nesta quinta-feira uma proposta do British Museum de emprestar-lhe os frisos de mármore do Partenon, arduamente disputados, considerando que se aceitasse estaria legalizando sua pilhagem no século 19 por um diplomata britânico.

"O governo, assim como teria feito qualquer outro governo grego, se viu forçado a recusar a oferta", disse em um comunicado o ministro grego da Cultura, Antonis Samaras.

"Aceitar a oferta equivaleria a legalizar a pilhagem destes mármores e o saque do monumento há 207 anos", acrescentou o ministro.

O comunicado de Antonis Samaras respondeu assim à porta-voz do British Museum, Hannah Boulton, que declarou quarta-feira que o museu emprestaria os mármores à Grécia por três meses.

jph/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.