BOGOTÁ ¿ A gravura Tristes pressentimentos, do pintor espanhol Francisco de Goya, foi roubada de um museu de Bogotá onde era exposta temporariamente, informou nesta sexta-feira um porta-voz da instituição.

"Tristes Pressentimentos" / Reprodução

"A obra foi roubada ontem (quinta-feira) à noite. Trata-se de uma peça de valor inestimável do patrimônio cultural espanhol, pois é a primeira impressão (desta gravura)", explicou à imprensa Luis Ortiz, curador da exposição.

A gravura integra uma coleção de 80 peças batizada "Os desastres da guerra", elaborada entre 1810 e 1815 e exposta temporariamente no museu Gilberto Alzate Avendaño, no bairro de La Candelaria, no centro da capital.

A coleção "Os desastres da guerra" é um manifesto contra a guerra procedente do museu de gravuras de Goya de Fuendetodos, uma aldeia localizada próximo a Zaragoza, no nordeste da Espanha, onde nasceu o pintor. Esta é a primeira vez que a coleção é emprestada à América do Sul.

"Tristes pressentimentos" é uma gravura de 43 cm sobre 25 cm que representa um homem desesperado, de joelhos. Nesta série de 80 gravuras, Goya relata as atrocidades cometidas pelas tropas de Napoleão durante a invasão da Espanha, no início do século 19.

A coleção de gravuras de Goya está exposta em Bogotá desde o dia 3 de setembro e deve seguir para Medellin, a segunda maior cidade do país.

Em 2006, outra obra de Goya, "Niños en el carreton", foi roubada nos Estados Unidos durante sua transferência entre Toledo (Ohio) e Nova York, mas foi recuperada duas semanas depois.

Em julho passado, três desenhos do pintor espanhol foram vendidos por cinco milhões de euros durante um leilão da Christie's, em Londres.

L eia mais sobre: Goya

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.