A cobradora de ônibus Ana Marta Santana Gomes, de 34 anos, estava grávida de quatro meses. Segundo familiares, ela foi a um supermercado pagar uma conta e fazer compras.

De acordo com testemunhas, um homem atirou na nuca de Ana Marta quando ela subia as escadas do ônibus para voltar para casa. Na manhã deste sábado, a família aguardava a liberação do corpo pelo Instituto Médico Legal.

Ana Marta era casada e tinha um filho de quatro anos. Ela trabalhava como cobradora de ônibus há cerca de dez anos. Durante a manhã deste sábado, os ônibus da cidade trafegavam com os faróis acesos como protesto pelo crime.

De acordo com a Polícia Militar, de janeiro até agora, já ocorreram mais de 30 assassinatos em Vitória da Conquista. Só no mês passado, foram registrados seis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.