Menino nasceu com 6 meses de gestação e pouco mais de 1 kg. Ele está internado em estado grave

Uma mulher identificada como Marta Coelho Pires, de 28 anos, grávida de seis meses, foi baleada na cabeça, por volta das 6h20 desta quarta-feira, na casa onde mora, no conjunto Residencial Itamaracá, na cidade de Goiânia (GO). A vítima foi socorrida e encaminhada pelos bombeiros ao Hospital Materno Infantil, onde médicos realizaram uma cirurgia de emergência e conseguiram retirar com vida o bebê que ela esperava.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, trata-se de um menino que nasceu com 1.335 kg. Ele está em estado grave na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e respira com a ajuda de aparelhos. A mãe segue internada em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e seu estado de saúde é gravíssimo.

Conforme informações da Polícia Militar (PM) da cidade, a equipe foi acionada para atender a ocorrência de uma tentativa de homicídio e, ao chegar ao local, encontrou a vítima semi nua e caída sobre a cama.

De acordo com o delegado Cleiton de Oliveira Alencar, da Delegacia de Homicídios, o filho de Marta, V.C.P., de 7 anos, estava na casa e teria presenciado o ataque. Foi ele quem chamou uma vizinha, que acionou o resgate. Segundo ele, o marido da vítima conversou informalmente com policiais e disse que estava trabalhando de frentista em um posto de gasolina no momento do crime. "Não há uma linha definida de investigação, apuramos desde latrocínio a tentativa de homicídio", disse. A perícia já esteve no local nesta manhã em busca de possíveis pistas do autor do disparo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.