Gravações revelam atuação da família Sarney na Justiça

BRASÍLIA - Em um dos diálogos gravados pela Polícia Federal (PF) durante a Operação Boi Barrica, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), telefona para avisar o filho Fernando Sarney sobre o andamento de um dos recursos apresentados pelos advogados da família ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), para ter acesso aos autos da investigação. O parlamentar orienta o filho a procurar um ¿amigo¿, que poderia ajudar.

Agência Estado |

Agência Senado
Sarney aparece em novas gravações
Sarney aparece em novas gravações
Em várias conversas interceptadas pela Polícia Federal, com autorização da justiça, os Sarney demonstram intimidade com integrantes do Poder Judiciário.

O processo foi distribuído, o novo, para o Gallotti (ministro Paulo Gallotti, então relator do processo), diz Sarney a Fernando. Em seguida, o pai manda que o filho procure o tal amigo para tratar do assunto: Se pudesse falar com o teu amigo pra dar uma palavrinha, tá? Precavido, o filho sugere um encontro pessoal. É, mas isso eu tenho que fazer pessoalmente. Pegar um avião e ir aí (a Brasília) segunda, né? Sarney manda Fernando resolver por telefone mesmo.

A conversa ocorreu em 28 de março de 2008. Na data, um dos advogados da família, Eduardo Ferrão, dera entrada, no STJ, com o segundo recurso para tentar ter acesso ao inquérito que deu origem à Operação Boi Barrica. Obteve êxito. Em 9 de abril, o ministro Paulo Gallotti, hoje aposentado, concedeu liminar que deu ao advogado direito de vista de um dos inquéritos da operação.

Não foi só uma vez que Sarney apareceu nos telefonemas tratando da investigação. Em pelo menos três diálogos, ele demonstra preocupação com o inquérito. Em agosto, quando a PF e o Ministério Público (MP) levaram à Justiça Federal do Maranhão o pedido de prisão de Fernando, o monitoramento revelou movimentos dos Sarney que, para investigadores, demonstram que foram alertados. Num dos diálogos, o próprio Sarney pediu a Fernando que viajasse, com urgência, a Brasília.

Leia também:



Leia mais sobre: 
Senado  - atos secretos

    Leia tudo sobre: sarneysenadosenadores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG