Governo vê com cautela extradição de Abadía, diz Genro

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje que o governo brasileiro examina com cautela a extradição para os Estado Unidos do traficante de drogas colombiano Juan Carlos Ramirez Abadía, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Estamos examinando com cautela e em parceria com o governo e a embaixada americanos a oportunidade de cumprir a aceitação de extradição, afirmou o ministro, após o lançamento do tema da Campanha da Fraternidade 2009 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em São Paulo.

Agência Estado |

De acordo com ele, a condenação de Abadía no Brasil seria pequena porque ele não é acusado de tráfico de drogas no País, mas sim de lavagem de dinheiro. "As acusações sobre ele nos Estados Unidos são gravíssimas e dariam uma pena muito maior", disse. O Supremo aprovou a extradição no dia 13 de março. Nos EUA, Abadía responde a processo por lavagem de dinheiro, conspiração para o tráfico internacional de cocaína e homicídio. A palavra final sobre o assunto cabe ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG