Governo reserva US$ 1,18 bi para reforçar combate à gripe

Brasília, 6 out (EFE).- O Governo brasileiro destinará US$ 1,18 bilhão à compra de vacinas e material de diagnóstico contra a nova gripe, que, segundo os últimos dados, este ano causou a morte de 899 pessoas no país, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Segundo um decreto publicado no Diário Oficial, as compras de vacinas, material de diagnóstico e outros equipamentos para reforçar o combate ao vírus A (H1N1) serão realizadas nos próximos meses, a fim de contar com uma "proteção redobrada" antes do próximo inverno, para o qual se espera uma nova onda da nova gripe.

No Brasil, o Instituto Butantan, um laboratório pertencente ao Governo do estado de São Paulo, trabalha na produção da vacina contra o novo vírus e calcula que, no início do próximo ano, contará com cerca de 18 milhões de doses.

Segundo as autoridades, os testes dessas vacinas em cobaias começarão neste mesmo mês e, em função de seus resultados, depois haverá os primeiros experimentos com seres humanos.

De acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil, com 899, foi o país onde a gripe causou mais mortes em termos absolutos.

No entanto, a taxa de mortalidade da doença no Brasil é até agora de 0,46 morte para cada 100 mil habitantes, o que o coloca em quinto lugar no mundo nesta parte, atrás de países que registraram menos mortes, como Argentina (514), Austrália (171), Chile (132) e Paraguai (52). EFE ed/an

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG