Governo quer fazer campanha publicitária para obter documentos da ditadura

SÃO PAULO - O governo federal pretende lançar na segunda quinzena de janeiro de 2009 uma campanha publicitária na mídia para obter documentos sobre o descumprimento dos direitos humanos no período da ditadura militar. De acordo com o ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, a campanha será feita com horário e espaços publicitários comprados pelo governo por meio da Secretaria de Comunicação (Secom).

Agência Brasil |

O governo está trabalhando nisso. [Em] fazer uma campanha publicitária de chamamento pelos jornais, pela televisão, pelo rádio, a quem queira apresentar essas informações, disse o ministro nesta segunda-feira (1º) em São Paulo, em um ato pela abertura dos arquivos da ditadura, organizado por parlamentares da Assembléia Legislativa.

Vannuchi informou que um portal na internet será lançado com informações e documentos de cerca de 15 Estados referentes ao período da ditadura. São 15 ou 17 Estados que aderiram e que vão colocar então os seus arquivos em conexão com os arquivos da repressão política da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) ¿ aqueles que em dezembro de 2005 foram repassados ao Arquivo Nacional, ressaltou.

Leia mais sobre: ditadura militar

    Leia tudo sobre: ditadura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG