O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse hoje que o governo pretende aprovar, ainda no primeiro semestre deste ano, no Congresso Nacional, os projetos que definem o marco regulatório do pré-sal. Por enquanto, apenas um dos quatro projetos, o que trata da criação da Petro-Sal (estatal que vai administrar as reservas) foi totalmente aprovado na Câmara e já está no Senado.

Padilha e as lideranças do governo no Senado estão reunidos hoje com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, justamente para definir estratégias para a aprovação dos quatro projetos no Senado.

Padilha lembrou que os projetos entrarão na Casa com pedido de urgência, o que significa que terão de ser aprovados em um prazo de 45 dias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.