Governo que utilizar lucros do petróleo para reduzir impactos do aquecimento global

BRASÍLIA - O governo está preparando um projeto de lei para destinar parte dos lucros obtidos com o petróleo a ações de adaptação e redução (mitigação) dos impactos das mudanças climáticas. De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, além de sua pasta, a negociação inclui os Ministérios da Fazenda e do Planejamento.

Agência Brasil |

Esse projeto seria um ajuste na lei que nós já temos, que destina um percentual dos recursos do lucro do petróleo para o combate a incidentes ambientais por derramamento de petróleo. Como um dos graves incidentes ambientais do petróleo que temos no mundo são as emissões de gás carbônico, que levam ao aumento da temperatura da terra, estamos trabalhando nesse projeto, adiantou Marina Silva após a abertura da 3ª Conferência Nacional do Meio Ambiente.

A ministra voltou a defender os biocombustíveis como uma estratégia de mitigação do aquecimento global. Segundo ela, em 30 anos, o Brasil deixou de emitir 600 milhões de toneladas de gás carbônico com a adoção de um percentual de mistura de combustíveis alternativos, como o etanol, aos carburantes fósseis.

No discurso de abertura da conferência, Marina Silva afirmou que as políticas ambientais não podem ser entendidas como medidas do MMA [Ministério do Meio Ambiente] ou do governo, mas como políticas para o País, porque são iniciativas de longo prazo, que tratam do futuro.

Leia mais sobre: Petróleo - aquecimento global

    Leia tudo sobre: aquecimento globaleducaçãopetroleo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG