Governo prorroga prazo para prestação de contas do Bolsa Família

Medida, adiantada pelo iG, adia por dois meses corte de repasses para 4.575 municípios que não comprovaram gastos

Fred Raposo e Danilo Fariello, iG Brasília |

Conforme o iG adiantou , o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) decidiu prorrogar, por dois meses, o prazo para que os municípios prestem conta dos recursos do programa Bolsa Família aplicados em 2009.

Por meio de ato interno, publicado hoje, o ministério adiou para 29 de abril a data-limite para que as prefeituras lancem as informações no sistema SuasWeb (espécie de banco de dados do MDS) e para 31 de maio o prazo para que os conselhos municipais aprovem as contas.

Com a medida, os investimentos em 4.575 cidades que, segundo os últimos dados do ministério, não tiveram as contas aprovadas, só serão interrompidos em junho. Inicialmente, o prazo para o governo receber as justificativas terminaria amanhã e os repasses seriam suspensos na sexta-feira.

Apesar do corre-corre das prefeituras para apresentarem suas contas , o MDS optou por estender o prazo devido ao baixo índice de municípios que conseguiram comprovar seus gastos. A aprovação das contas é pré-requisito para que as cidades continuem a receber os repasses federais previstos para este ano.

Não estão em risco os benefícios entregues às famílias. O corte atinge recursos direcionados para ações administrativas, como a realização de cursos técnicos e a atualização de cadastros. A previsão do MDS é que o repasse chegue a cerca de R$ 24 milhões mensais em 2011.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG