Governo pretende vacinar 5,4 milhões contra hepatite B em SP

Vacina, que era disponível apenas para crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos, também será oferecida a pessoas entre 20 e 24

AE |

selo

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo inicia nesta semana uma “força-tarefa” para imunizar cerca de 5,4 milhões de paulistas contra a hepatite B. A vacina, que estava disponível apenas para crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos de idade, agora também será oferecida gratuitamente às 3,5 milhões de pessoas que possuem entre 20 e 24 anos em todo o Estado.

Segundo informações do site da secretaria, o objetivo desta intensificação nos meses de janeiro e fevereiro é aproveitar o período de férias escolares para imunizar a população contra a doença. Para tomar a vacina, basta ir ao posto de saúde mais próximo munido da carteira de vacinação.

Dados da secretaria apontam que o pior índice de cobertura da vacina contra a hepatite B está na faixa etária de 15 a 19 anos, com 68% de imunizados. Já os paulistas entre 11 e 14 anos têm cobertura de 81%, enquanto entre crianças entre 1 e 10 anos a cobertura vacinal é superior a 90%.

Para ficar completamente protegido contra a doença é preciso tomar três doses da vacina. A segunda dose acontece um mês depois da inicial. A terceira, após seis meses. A secretaria entrou em contato com as administrações municipais para que a vacinação seja reforçada nestas férias.

“A vacina é a melhor forma de prevenção contra a hepatite B. Por isso é muito importante que as pessoas aproveitem as férias para ir ao posto de saúde”, afirma Helena Sato, diretora de imunização da secretaria.

    Leia tudo sobre: vacinaçãohepatite B

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG