Governo prepara texto substituto para proposta que prevê do fim do fator previdenciário

Até o fim desta semana, parlamentares do Congresso Nacional deverão receber um texto elaborado por técnicos da Previdência Social que substituirá um projeto do senador Paulo Paim (PT-RS) que determina o fim do faor previdenciário (cálculo da aposentadoria que leva em conta idade, tempo de contribuição e expectativa de sobrevida).

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

A estratégia do governo é ceder no fim do fator previdenciário, e garantir, em contrapartida, o engavetamento de outros dois projetos de Paim: um que estabelece a vinculação do benefício a um percentual do teto das aposentadorias do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e outro que vincula a atualização das aposentadorias e pensões de acordo com o aumento do salário mínimo. Todos foram aprovados pelo Senado e esperam votação na Câmara dos Deputados.

O fator previdenciário já gerou uma economia de cerca de R$ 10 bilhões por ano desde que foi criado, em 1999. Já os outros dois projetos representariam R$ 76 bilhões a mais por ano aos cofres da Previdência.

O senador Paulo Paim argumenta, porém, que os números são mal explicados, uma vez que é preciso levar em consideração que a Seguridade Social engloba as áreas de saúde, assistência e previdência social e registrou superávit de R$ 62 bilhões no ano passado.

Nesta terça-feira, o ministro da Previdência, José Pimentel, se reunirá com representantes das centrais sindicais para debater o assunto. O encontro foi agendado pelo presidente Lula.

Vigília

Na semana passada, Paim comandou no plenário do Senado uma vigília que seguiu das 18h até às 6h da manhã para pressionar o governo pela aprovação dos três projetos dos aposentados. Ao longo da noite, 15 senadores - de governo e oposição - se revezaram na tribuna com discursos sobre a importância da recuperação salarial dos beneficiários do INSS. Ao final do protesto, Paim disse que recebeu sete mil manifestações de apoio.

Leia mais sobre: previdência

    Leia tudo sobre: previdência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG