Governo não sabia das demissões da Embraer, diz Dilma

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse na noite desta sexta-feira, no Recife, que o governo, acionista da Embraer, não foi avisado sobre as 4,2 mil demissões ocorridas na empresa. O governo recebeu (a notícia) com absoluta surpresa e, além disso, estamos extremamente desconfortáveis, afirmou a ministra em entrevista no camarote da prefeitura, na abertura do carnaval da cidade, na Praça do Marco Zero.

Agência Estado |

"Não estamos confortáveis com o fato de que grandes empresas tiveram nesse período (um desempenho) bastante razoável e expressivo no Brasil e a primeira ação que tomam é uma demissão", criticou ao informar que depois da terça-feira de carnaval, o governo vai começar a fazer uma avaliação a respeito da Embraer, "vai se apropriar de todas as informações".

A ministra, que havia acabado de assistir ao show de abertura do carnaval, com 600 batuqueiros de maracatu nação tocando "Assim nasceu Zaratustra" sob o comando do percussionista Naná Vasconcelos, disse estar encantada com a festa pernambucana. "Já havia visto maracatu, mas não com alguém me explicando direitinho as significações", observou ao afirmar ter gostado muito da brincadeira da "La ursa" que viu ao desembarcar no Aeroporto dos Guararapes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG