Governo intensifica combate à extração ilegal de madeira

Embalado pela redução de 82% no índice de desmatamento, no último trimestre de 2008, o governo federal intensificou neste fim de semana, em Sinop, no norte do Mato Grosso, o combate à extração ilegal de madeira. O Estado é campeão brasileiro de devastação da Amazônia e Sinop está bem no meio do chamado arco do desmatamento, linha que rasga o Brasil de Leste a Oeste, comendo a floresta pelas bordas, desde o Maranhão até Rondônia, passando pelo Sul do Pará, Tocantins e Mato Grosso.

Agência Estado |

Para intensificar o combate aos crimes ambientais, o governo lançou há um ano a Operação Arco de Fogo, com a participação da Polícia Federal, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e de Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Força Nacional de Segurança Público. Neste fim de semana, as ações se concentraram na região de Sinop, que fica a 500 quilômetros de Cuiabá. Os fiscais lacraram três madeireiras na região que estavam sem licença ambiental. Para que voltem a funcionar, seus proprietários têm uma semana para entregar ao Ibama toda a documentação comprovando a legalidade das guias para extração de madeira.

Por determinação do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, o Ibama e a PF definiram um calendário para intensificar ações conjuntas de repressão aos crimes ambientais desde o início do ano, antes mesmo do carnaval, período que os desmatadores tradicionalmente aproveitam para ampliar suas atividades. O ministro acredita que a queda vertiginosa no índice de desmatamento deve-se mais ao trabalho de fiscalização e repressão do que à crise econômica global e promete não dar trégua aos criminosos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG