RIO DE JANEIRO - O ministro da Justiça, Tarso Genro, e o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, assinam nesta quinta-feira convênios para a liberação de R$ 55 milhões do Governo Federal para equipar as polícias civil e militar do estado nas ações de repressão ao crime. Os convênios serão assinados no início da tarde, no Palácio Guanabara.

A verba vem de uma abertura de crédito extraordinário do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), para permitir que as ações de combate à violência cheguem antes dos projetos preventivos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

A maior parte dos recursos será aplicada em material de proteção, armas, viaturas e em equipamentos de tecnologia para o planejamento de operações e qualificação de pessoal.

O Pronasci marca uma iniciativa inédita no combate à criminalidade no país, uma vez que articula as políticas de segurança com atividades sociais, prioriza ações preventivas e busca atingir as causas que levam à violência, sem abrir mão das estratégias de controle e repressão.

Além da capital fluminense, já fazem parte do Pronasci os municípios de Nova Iguaçu, Queimados, Duque de Caxias, São Gonçalo, Belford Roxo, São João de Meriti, Itaboraí, Magé, Niterói, Mesquita, Nilópolis, Macaé e Itaguaí.

Leia mais sobre: operações policiais Rio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.