Governo diz que 90% apóiam restrição a fumo em SP

Uma pesquisa encomendada pelo governo de São Paulo mostra que 90% dos paulistas apóiam o projeto enviado à Assembléia Legislativa pelo governador José Serra (PSDB) que proíbe fumo em ambientes fechados de uso coletivo. O levantamento, feito pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), foi divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado.

Agência Estado |

De acordo com a Secretaria de Saúde, 79% dos entrevistados informaram terem tomado conhecimento do projeto e a aprovação foi expressiva até entre os fumantes: 78% se disseram favoráveis à proibição, índice que atingiu 88% de apoio entre os ex-fumantes e 94% entre os não-fumantes. A pesquisa ainda fez discriminação com os entrevistados sobre os locais em que a proibição seria mais aceita.

Pela proposta, o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos ou qualquer outro produto do gênero não será permitido em ambientes como bares, restaurantes, hotéis, locais de trabalho, escolas, igrejas, transporte público e repartições públicas, entre outros. Qualquer pessoa poderá denunciar desrespeito à determinação. Quem descumprir a legislação estará sujeito às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor, que incluem desde multa até a cassação da licença do estabelecimento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG