Governo de SP inclui ciências em avaliação de ensino

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo anunciou hoje a inclusão da disciplina de ciências da natureza, ou ciências, no Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp). A prova, que anteriormente avaliava o aprendizado apenas em português e matemática, será aplicada com a nova matéria, pela primeira vez, em novembro.

Agência Estado |

O exame é obrigatório e deverá avaliar cerca de 2 milhões de estudantes de 1ª, 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio da rede estadual.

Segundo a secretaria, o Estado decidiu seguir o padrão do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), elaborado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e aplicado a cada três anos em vários países. O Pisa é a avaliação internacional mais importante em educação.

Outra mudança no Saresp 2008, segundo nota divulgada pela secretaria, é a abertura à participação das prefeituras. A avaliação poderá ser aplicada também nas redes municipais de ensino. Assim, todas as 645 prefeituras poderão adotar metas anuais para as escolas, seguindo o modelo do Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), lançado há cerca de um mês pelo governo do Estado.

"Aos municípios interessados, caberá arcar apenas com o custo de aplicação das provas. Todo processo de elaboração será da Secretaria de Estado da Educação", disse a secretária Maria Helena Guimarães de Castro. "É fundamental que a educação seja avaliada para sabermos onde estamos e onde queremos chegar", destacou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG