BRASÍLIA - Os municípios do sul do Estado de Santa Catarina, atingidos por temporais na primeira semana do ano, receberão R$ 3,2 milhões para obras emergenciais de recuperação. As cidades foram incluídas na distribuição de recursos liberados pelo governo federal para o Estado no fim de 2009, com a Medida Provisória 448, que destinou R$ 360 milhões para Santa Catarina.

A aplicação do dinheiro será decidida em uma reunião técnica entre o governo estadual e as prefeituras. Uma das prioridades, de acordo com o governo catarinense, será a construção de habitações populares para atender aos desabrigados e desalojados vítimas das enchentes.

No total, 19 municípios do sul catarinense foram atingidos pelas chuvas do início do mês. A previsão do tempo para esta quarta-feira (14) no Estado é de chuva com possibilidade de queda de granizo e ventanias em algumas regiões.

De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe), áreas de instabilidade também devem provocar pancadas de chuva em São Paulo, no Rio de Janeiro, do sul de Mato Grosso do Sul. Chove também na maior parte da Região Norte do País, no Maranhão e em Tocantins.

Em Minas Gerais, onde o número de municípios atingidos pelas chuvas já chega a 115, a previsão do Cptec é de chuva para as regiões centro-sul, leste e oeste do estado, além do Triângulo Mineiro. Na capital, Belo Horizonte, que decretou estado de emergência, a quarta-feira será de sol e calor, com possibilidade de pancadas de chuva típicas de verão no fim do dia.

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas em Santa Catarina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.