Governo de MG vai pagar R$ 1,4 mi a vítimas da ditadura

O governo de Minas Gerais anunciou hoje o pagamento de indenizações a 48 vítimas da ditadura militar no Estado, no valor total de R$ 1,4 milhão. A ordem de pagamento será emitida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e cada vítima vai receber uma indenização de R$ 30 mil.

Agência Estado |

"As indenizações não pagam nem apagam o sofrimento, mas é um gesto simbólico de reafirmação do compromisso do governo de Minas com os mineiros prejudicados naquele triste episódio", disse o secretário da Sedese, Agostinho Patrús Filho, durante o ciclo de debates "30 anos da Luta pela Anistia Política no Brasil", na Assembleia Legislativa. De acordo com a administração estadual, existem duas categorias de indenizados: as vítimas vivas e os ascendentes, descendentes ou cônjuges de vítimas falecidas.

Nesta semana, a Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) prometeu encaminhar ao governo brasileiro um pedido de explicações sobre a demanda apresentada ao tribunal por representantes das vítimas e familiares da Guerrilha do Araguaia (1972-1975), denunciando violações aos direitos humanos durante as operações militares na região sul do Pará. Essa é a primeira vez que uma demanda envolvendo a guerrilha e o desaparecimento de opositores do regime militar é aceita pela Corte e remetida ao Brasil, com pedido de explicações. O caso deve começar a ser julgado no primeiro semestre de 2010.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG