Governo da Bolívia lamenta morte de Mercedes Sosa

La Paz, 4 out (EFE).- O Governo da Bolívia lamentou hoje a morte da cantora argentina Mercedes Sosa, a quem qualificou como a voz e a inspiração que estava ao lado dos pobres.

EFE |

Em declarações divulgadas pela agência estatal "ABI", o ministro da Cultura boliviano, Pablo Groux, destacou que a personalidade de Sosa marcou o destino dos "povos revolucionários" como a Bolívia.

"Um domingo que amanhece com tristeza, com um profundo pesar.

Morreu uma voz, uma inspiração que sempre esteve ao lado dos movimentos sociais, ao lado dos pobres", disse.

A autoridade lembrou que a cantora e o presidente boliviano, Evo Morales, se reuniram na Argentina em várias ocasiões para apoiar diferentes causas sociais.

"Agora, Mercedes deixa a América Latina em geral em um silêncio respeitoso por sua trajetória, por sua inspiração, por tudo aquilo que 'La Negra' nos deixou", concluiu. EFE gb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG