BRASÍLIA (Reuters) - O governo central registrou em maio o primeiro déficit primário para o mês desde 1999, refletindo o crescimento das despesas e uma deterioração das receitas, mostraram números do Tesouro Nacional nesta quinta-feira. O resultado fiscal primário de Tesouro, Previdência e Banco Central foi deficitário em 120,2 milhões de reais no mês passado.

O número se compara a um superávit primário de 10,028 bilhões de reais em abril e a um resultado também positivo de 5,550 bilhões de reais em maio de 2008.

As despesas totais do governo central aumentaram 16,6 por cento em maio na comparação anual, para 43,577 bilhões de reais. No mesmo período, as receitas totais subiram apenas 2,7 por cento, para 56,292 bilhões de reais.

Nos primeiros cinco meses deste ano, o superávit acumulado foi de 19,282 bilhões de reais, o equivalente a 1,63 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) --bem abaixo dos 53,457 bilhões de reais, ou 4,68 por cento do PIB, em igual período de 2008.

O governo central havia registrado déficit primário pela última vez em fevereiro deste ano, de 1,116 bilhão de reais.

Em maio de 1999, o déficit havia sido de 650 milhões de reais, pior resultado para o mês desde o início da série do Tesouro, em 1997.

(Reportagem de Isabel Versiani)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.