Governo bloqueia US$ 2 bilhões no exterior de envolvidos na Satiagraha

BRASÍLIA ¿ O Ministério da Justiça conseguiu o bloqueio de mais de US$ 2 bilhões (R$ 4,5 bilhões) em contas bancárias mantidas no exterior e relacionadas à Operação Satiagraha.

Redação |

    Desse montante, cerca de U$ 500 milhões resultam de cooperação do governo americano. Segundo o ministério, trata-se do maior bloqueio de recursos suspeitos de ilícitos da história do Brasil.

    O local do bloqueio e os nomes dos titulares não serão divulgados nesse momento para não atrapalhar as investigações.

    O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse que o trabalho da Secretaria Nacional de Justiça está tornando cada vez mais difícil a lavagem dinheiro, que, em não raras oportunidades, está vinculada ao crime organizado.

    O bloqueio foi determinado por ordem judicial expedida em Cooperação Jurídica Internacional. A ação foi coordenada pela Secretaria Nacional de Justiça com a participação do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), da Justiça Federal e da Polícia Federal. 

    Operação Satiagraha

    A Polícia Federal desencadeou, no dia 8 de julho de 2008, a Operação Satiagraha para desmontar um suposto esquema de desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro. O banqueiro Daniel Dantas e o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta estavam entre os acusados. A Justiça Federal de São Paulo condenou Dantas a dez anos de prisão por corrupção ativa e multa de R$ 12 milhões. O juiz Fausto De Sanctis, no entanto, não decretou sua prisão imediata.

    Leia mais sobre: Operação Satiagraha

      Leia tudo sobre: operação satiagraha

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG