Governo avalia possibilidade de excesso de chuvas no Sudeste

A constatação é de que haverá continuidade do fenômeno La Niña; a situação dos reservatórios está sendo analisada

AE |

selo

A possibilidade de grandes volumes de chuvas na região Sudeste no período de novembro a janeiro de 2012 não está descarta. A avaliação é de órgãos técnicos do governo, que se reuniram na Agência Nacional de Águas (ANA), para avaliar a situação dos reservatórios brasileiros e a tendência de cheias para o período.

A constatação é de que haverá continuidade do fenômeno La Niña, "com persistência de condições de estiagem para a região Sul do Brasil, maior probabilidade de chuvas acima do normal para o norte da região Norte e alta variabilidade espacial e temporal das chuvas sobre as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do Brasil".

Veja especial de chuvas no Nordeste

O Operador Nacional do Setor Elétrico (ONS) alertou que a perspectiva de se alcançar mais rapidamente os níveis dos reservatórios exige uma maior atenção quanto à possibilidade de realização de operações de controle de cheias nesse período. Até o momento, porém, o ONS trabalha com cenário de normalidade para o período chuvoso no Sul e Sudeste.

Na reunião, a ANA apresentou o andamento do projeto Atas de Vulnerabilidade a Inundações, que está sendo elaborado em conjunto com os Estados, no mapeamento de áreas sujeitas a inundações. Foi reforçada, durante a reunião, a necessidade de maior articulação entre os órgãos federais, Estados e municípios para a definição de responsabilidades e competências. Uma nova reunião foi marcada para o final de janeiro.

Veja as principais notícias da tragédia no Rio de Janeiro no início de 2011

Participaram da reunião na ANA Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), e representantes de secretarias de recursos hídricos e órgãos gestores de meio ambiente do Paraná, do Espírito Santo e de Goiás.

Reprodução
Tempestade em São Paulo

    Leia tudo sobre: chuvassudestecheias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG