Governador de MT afasta investigados pela PF

Chefe gabinete de governador, ex-secretário estadual de Meio Ambiente e mulher de um deputado estão entre os presos da operação

iG São Paulo |

O governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), determinou o afastamento de todos os servidores do governo do Estado acusados de envolvimento em crimes ambientais investigados pela Polícia Federal .

Em ação realizada nesta sexta-feira, denominada Operação Jurupari, foram presas mais de 60 pessoas, entre elas o chefe de gabinete do governador, Silvio Corrêa, o ex-secretário estadual de Meio Ambiente Luiz Henrique Daldegan e o ex-adjunto Afrânio Migliari, além de Janete Riva, mulher do presidente da Assembleia Legislativa de MT, José Riva.

Eles são suspeitos de participação em um esquema de extração, transporte e comercialização ilegal de produtos florestais na Amazônia mato-grossense. A ação, segundo a PF, se concentrava no interior do Estado e em áreas de proteção, como terras indígenas e parques nacionais. O esquema, ainda de acordo com a polícia, contava com ramificações em São Paulo, Paraná, Rio Grande Sul e Espírito Santo.

O afastamento, segundo o governo do Estado, durará até o fim das investigações.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: operaçãoPFMT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG