Governador cassado decide concorrer ao Senado

O governador cassado do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), anunciou hoje que pretende ser candidato ao Senado em 2010. Miranda decidiu não recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que ontem confirmou sua cassação e determinou que a Assembleia Legislativa do Estado escolha seu substituto, uma vez que seu vice, Paulo Sidnei Antunes (PPS), também foi cassado.

Agência Estado |

O peemedebista mostrava uma resignação surpreendente, na manhã de hoje, para um governador que perdeu o mandato. A tranquilidade de Miranda tem explicação. Com ampla maioria na Assembleia Legislativa, ele certamente verá um correligionário vitorioso na eleição indireta. Além disso, o governador interino, Carlos Henrique Gaguim (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa, é aliado de Miranda, assim como o novo comandante do Legislativo estadual, Júnior Coimbra (PMDB), que conduzirá o processo eleitoral.

"Foi determinado pelo TSE que tem que ser eleição indireta. Respeito o eleitor indireto. O deputado estadual representa o eleitorado. Quem vai votar são os 24 deputados, mas a sociedade deve ser chamada a participar", disse.

Miranda ainda não sabe se vai se engajar pessoalmente na campanha do governador interino. "Se eu for convocado pelo partido, estou pronto a contribuir", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG