Google assina acordo para facilitar apuração de pedofilia

O Google Brasil e o Ministério Público Federal (MPF) assinaram hoje, durante audiência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que prevê a adoção de medidas para acelerar a liberação de dados sobre álbuns do site de relacionamentos Orkut, investigados por envolvimento em crimes. Assinaram o termo representando o MPF de São Paulo os procuradores Sérgio Suiama e Adriana Scorda Maglia.

Agência Estado |

Também assinou o termo o diretor-presidente do Google Brasil, Alexandre Hohagen, segundo informações da Agência Senado. O relator da CPI, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), comemorou assinatura do termo. O presidente da CPI, senador Magno Malta, disse que a assinatura é uma "vitória das crianças brasileiras", segundo a Agência Senado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG