GM fecha acordo que pode resultar em venda da Saab

A General Motors fechou um acordo de compra de ações para transferir sua unidade sueca Saab Automobile para um grupo liderado pela fabricante de carros esportivos de luxo sueca Koenigsegg Automotive AB. A transação pode ser concluída até o final do ano e vai garantir o futuro da Saab, disse a GM.

Agência Estado |

"Esse contrato é um passo importante no caminho de um possível acordo", disse o presidente da GM Europa, Carl-Peter Forster. A conclusão do negócio depende da aprovação, pelo Banco de Investimento Europeu (EIB, na sigla em inglês), de um empréstimo para a Saab e da garantia do governo sueco para esse empréstimo, disse a GM.

O EIB deverá tomar uma decisão durante a reunião de seu conselho em 22 de setembro sobre se irá aprovar cerca de 500 milhões de euros (US$ 705 milhões) em empréstimo para a Saab. O secretário de Estado do ministério da Indústria da Suécia, Joran Hagglund, que também é a principal ligação entre o governo e o setor automotivo, disse em comunicado que é "positivo que a questão do controle da Saab esteja sendo discutida". Ele acrescentou, no entanto, que ainda há diversas etapas antes que a Saab consiga o empréstimo do EIB.

A GM afirmou que a Saab está planejando pôr um fim à sua fase de reorganização. Em fevereiro, a Saab entrou com um pedido de proteção semelhante à concordata nos Estados Unidos. Esse processo se encerra nesta quinta-feira e a Saab tem a oportunidade de pedir uma extensão de três meses junto a um tribunal sueco, mas parece decidida a não fazê-lo. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: gm

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG