Gilmar Mendes afirma que críticas servirão para aperfeiçoar restrição a algemas

Brasília - O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, afirmou nesta quinta-feira que a restrição do uso de algemas, determinada pela Corte, vai preservar a dignidade das pessoas detidas. Ele acredita que a determinação valerá tanto para os pobres quanto para os ricos. O ministro disse que espera muitos questionamentos e afirmou que essas reclamações ajudarão a aperfeiçoar a decisão.

Agência Brasil |

Gilmar Mendes criticou a imprensa que, segundo ele, só mostra casos de colarinho branco. Ele lembrou que a súmula surgiu após o caso de um pedreiro que passou todo o julgamento algemado, o que teria sido determinante para a condenação.

O ministro falou durante a abertura do seminário Novo Processo Penal ¿ as Reformas de 2008, que discute as leis sobre o  Tribunal do Júri e sobre a produção de provas no inquérito, na sede do Instituto Brasiliense de Direito Público.

Leia também:

Leia mais sobre: uso de algemas

    Leia tudo sobre: algemas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG