irresponsável , ataca Virgílio - Brasil - iG" /

Gestão da Petrobras é irresponsável , ataca Virgílio

O líder do PSDB no Senado, senador Arthur Virgílio (AM), rebateu as críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que chamou o partido tucano de irresponsável por promover a leitura do requerimento da CPI da Petrobras. Irresponsável é a forma como estão gerenciando a Petrobras e também o medo que eles têm da investigação, disse o senador, em entrevista coletiva no Senado nesta tarde.

Agência Estado |

Para o líder do PSDB, o presidente Lula "é autoritário e precisa conviver com a diversidade". Virgílio também respondeu à declaração de Lula de que a CPI é do PSDB e não do Congresso. "Não é do PSDB coisa alguma porque o PSDB só tem 13 senadores. Adoraríamos ter 32", disse, referindo-se às 32 assinaturas do requerimento que pede a instalação da CPI.

Em entrevista mais cedo na base aérea de Brasília, Lula disse que a CPI é "coisa de uma pessoa que está há um ano e meio do fim do mandato e não tem certeza se vai voltar". Virgílio disse que não sabe se a declaração refere-se a ele, mas disse que quem não vai se eleger é o presidente Lula, que não vai se candidatar a nenhum cargo político no ano que vem. "Não estou preocupado com eleições e o presidente deveria elevar o nível e não o tom de suas declarações", disse.

Virgílio disse que "conta com o patriotismo dos companheiros do DEM" para que eles não retirem as assinaturas do requerimento e não desistam da CPI. Para ele, não houve traição por parte do DEM ontem ao aceitar o acordo para que a CPI só saísse depois de uma audiência para que o presidente da Petrobras pudesse explicar o ocorrido. Com relação a eventuais impactos da CPI no mercado, Virgílio disse que a intenção do PSDB é proteger a Petrobras e que não se defende a empresa escondendo seus problemas. "O 007 tinha licença para matar. Eu não quero uma Petrobras com licença para roubar", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG