Genro: para Lula, militar é incapaz de combater violência

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está convencido de que o assassinato de três jovens no Morro da Mineira, no Rio de Janeiro, depois de terem sido entregues a uma quadrilha por um tenente e vários soldados do Exército, comprova que as Forças Armadas não estão aptas a atuar no combate à violência urbana, afirmou hoje o ministro da Justiça, Tarso Genro. Ele deu entrevista ao chegar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para a posse de três novos ministros, numa solenidade em que Lula também estará presente.

Agência Estado |

"Não vou emitir juízo sobre uma questão que não é do Ministério da Justiça", disse Genro. O ministro lembrou que os militares do Exército que entregaram os três moradores do Morro da Providência a bandidos do Morro da Mineira estavam fiscalizando uma obra do governo de recuperação de residências. "Aí, ocorreu essa tragédia, que é absolutamente lamentável", afirmou.

"Isso comprova, na visão do presidente, que é majoritária na sociedade, que as Forças Armadas não estão aptas a tratar da questão da segurança pública. A sinalização é altamente negativa e as Forças Armadas vão tomar todas as providências duras para punir os responsáveis", disse o ministro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG