Genro: 50% das cidades atrasa uso de verba do Pronasci

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje que cerca de 50% dos municípios que aderiram ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) não estão aplicando os recursos liberados pelo Ministério em um prazo razoável. Segundo ele, o orçamento para o Pronasci em 2008 somou R$ 1,35 bilhão, dos quais cerca de 30% não foram utilizados pelas prefeituras.

Agência Estado |

Atualmente, 21 Estados e o Distrito Federal e 109 municípios fazem parte do programa.

O ministro não revelou a quais municípios se referia, mas disse que grandes cidades faziam parte dessa lista. Genro também evitou polemizar e alegou que, para a maior parte dos municípios, os recursos não são utilizados por razões técnicas, e não por disputas político-eleitorais entre União, governadores e prefeitos. "Sinceramente, eu acho que são dificuldades de natureza técnica, de não ter experiência de lidar com recursos para a segurança pública. Os municípios têm pouca experiência de lidar com programas preventivos", afirmou após se reunir com prefeitos do Estado de São Paulo para discutir ações do programa.

Genro disse que os recursos que não foram aplicados não, necessariamente, estão parados. Em alguns casos, há atraso no uso da verba e os prefeitos pediram dilatação do prazo para aplicação por motivos justificáveis. Ele ressaltou que o Ministério da Justiça está fazendo um levantamento para avaliar quais os motivos pelos quais a verba não está sendo utilizada. O relatório será concluído no fim deste mês.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG