Gato escapa quando era transportado para avião no DF

Gato seria transportado por um avião da Gol, mas escapou de sua gaiola. Dono permanece "acampado" em aeroporto de Brasília

iG São Paulo |

O físico Maicon Saul Faria, da Universidade de Campinas (SP), perdeu seu gato de estimação Esquilo nesta semana, no Aeroporto de Brasília, quando voltava de férias do Tocantins e seguia para Campinas. O animal seria transportado por um avião da Gol, mas escapou de sua gaiola e fugiu na hora da conexão do voo.

Em nota, a Gol informou que "está mobilizada para levantar os detalhes sobre o ocorrido e tomar as devidas providências". A empresa afirmou ainda que presta o atendimento necessário ao cliente. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que sua equipe no aeroporto de Brasília também está auxiliando nas buscas pelo gato.

Acampado no aeroporto

Maicon cancelou todos os compromissos e resolveu "acampar" no Aeroporto de Brasília até achar Esquilo. Desde a última segunda-feira, com a ajuda de funcionários da Gol Linhas Aéreas, o físico não sai do aeroporto, a não ser à noite, para dormir num hotel da cidade, providenciado pela companhia. Ele tem usado cartazes de "Procura-se" com nome e foto do gato na busca, que para ele é como um "membro inseparável da família".

Agência RBS
Sargento Paulo Roberto da Silva entrega Pinpoo à dona Nair Flores

Cachorro recuperado

Em março deste ano, a aposentada Nair Flores perdeu seu cachorro após enviá-lo pelo serviço de cargas da Gol de Porto Alegre para Vitória. "Pinpoo", como era chamado o animal, foi encontrado duas semanas depois por policiais do Aeroporto Salgado Filho, na capital gaúcha. A assessoria da empresa informou que o acidente aconteceu porque "Pinpoo" escapou da caixa na qual seria transportado.

Com AE

    Leia tudo sobre: aeroportogatocachorrodesaparecidoBrasília

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG