Gastos dos senadores terão total transparência a partir de abril

BRASÍLIA - A partir de abril, o Senado começa a divulgar na internet os gastos feitos pelos senadores com recursos da verba indenizatória, publicando também o CNPJ dos recibos por eles apresentados para justificar as despesas. A informação foi prestada pelo presidente da Casa, José Sarney, logo depois de reunião com a Comissão Diretora da instituição.

Valor Online |

" Desde a reunião passada, nós tínhamos decidido dar publicidade a essa verba, da mesma forma que a Câmara fez, seguindo o mesmo ato a que a Câmara procedeu. Nós vamos dar total transparência ao problema da verba indenizatória. Tomamos também uma decisão importante sobre a informatização do processo legislativo", comentou.

Sarney se referia a documento assinado por ele e por integrantes da Mesa unificando a informatização do processo legislativo, o que significará institucionalizar uma gestão única para a produção e transmissão de documentos entre os três Poderes da União. Em sua opinião, o resultado disso será uma significativa economia de tempo, assim como a ampliação da transparência e maior precisão nas informações institucionais.

Mas na entrevista concedida à saída do seu gabinete, o assunto predominante foram os gastos do Senado. Indagado mais de uma vez se a divulgação da prestação de contas dos senadores pela Internet incluirá o CNPJ [Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica] das empresas que lhes prestam serviços, Sarney respondeu que serão colocadas "todas as informações que forem necessárias à maior transparência a partir do mês de abril".

Questionado sobre a ideia pessoal de acabar com a verba indenizatória, Sarney disse que é possível encontrar uma maneira para se fazer isso, mas depende de uma ação conjunta das duas Casas do Parlamento. Em sua opinião, isso teria que resultar de uma articulação política.

(Agência Senado)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG