Garoto passa 30 dias acorrentado em casa em Minas Gerais

Um garoto de 12 anos foi libertado por policiais militares após ficar cerca de 30 dias acorrentado em sua casa, na cidade mineira de Capitão Enéas. Segundo informações da PM, vizinhos acionaram a polícia depois de ouvirem gritos.

Agência Estado |

Os policiais chegaram ao local acompanhados de uma assistente social e constataram que um menino estava acorrentado e apresentava lesões nos tornozelos devido à pressão da corrente.

A mãe da criança, Denise Veríssimo, de 38 anos, que se encontrava trabalhando na zona rural do município, foi localizada e presa em flagrante delito, momento em que alegou para os policiais que precisava fazer aquilo para o filho não fugir de casa.

Leia mais sobre violência

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG